Bicicleta faz ganhar massa: mito ou verdade?

Compartilhe esse artigo!
Por  Equipe Onique  |  Publicado em 12 de junho de 2018 | Atualizado em 03 de agosto de 2018

Bicicleta faz ganhar massa muscular na perna? Descubra agora!

Muitas pessoas não gostam de malhar em hipótese alguma, mas você sabia que pedalar, seja ao ar livre ou na academia gera ganho de massa muscular? Um estudo mostrou que o treino de bike pode ser bastante eficiente quando o objetivo é o ganho de massa muscular, principalmente nos membros inferiores.

No estudo, feito pelo professor Paulo Gentil, mostra que um treino de ciclismo pode exigir dos músculos recrutamento até a falha, resultando em um ganho significativo de massa muscular.

Benefícios da bicicleta

A prática de andar de bicicleta é um exercício aeróbico portanto, além de melhorar o condicionamento físico e ajudar a prevenir uma série de doenças cardiorespiratórias, a atividade queima muitas calorias e ainda é ótima opção para quem quer emagrecer.

O ganho de massa muscular é imediato?

Não. É preciso fazer esforço. Paulo Gentil explica que a dinâmica dos treinos de pedal para este fim é bem parecida com a usada na musculação. Eles devem ser repetidos três vezes por semana, uma vez que no ciclismo o músculo não sofre muitas microlesões como na musculação, ele apenas precisa recuperar a reserva de glicogênio.

Além de proporcionar um elevado gasto calórico, pedalar também exige força dos músculos dos membros inferiores. Eles são os mais trabalhados durante a prática da atividade. Portanto pedalar ajuda a ganhar massa e definir os músculos do quadríceps, da parte posterior da coxa, dos glúteos e das panturrilhas.

Bicicleta vs Musculação

Paulo Gentil ensina que a Bicicleta pode substituir exercícios para fortalecer os membros inferiores. Quatro séries de ciclismo em que a pessoa fica 30 segundos pedalando o mais rápido que consegue e depois descansa quatro minutos, aproximadamente, pedalando em ritmo lento. Substituem por exemplo um exercício de Leg Press.

Claro que o ganho no ciclismo se dará nos membros inferiores, extremamente exigidos no esporte. Paulo lembra ainda que usar a bicicleta para treino de força pode ser uma solução para quem vive viajando e tem dificuldade para manter as atividades em dia.

Pela intensidade ser alta, ao mesmo tempo que existe alto gasto calórico, há a demanda para construção do músculo. É como se o corpo dissesse que o importante naquele momento é recuperar o músculo que está sendo usado e não ter reserva de energia.

Pode-se dizer, portanto, que o estresse mecânico e metabólico que resulta de qualquer exercício com esforço elevado é suficiente para estimular hipertrofia desde que a síntese de proteína pós-exercício supere a quebra de proteínas.

Resumindo, o negócio é não ficar parado! Atualmente acredita-se que pessoas que desejam manter a saúde e a forma, incluindo ganho de força e hipertrofia, podem escolher entre uma grande variedade de modalidades desde que o esforço seja alto.

Atividades tradicionalmente consideradas aeróbicas, como ciclismo, corrida e natação, por exemplo, dependendo do esforço empregado, podem induzir hipertrofia de maneira similar aos treinos de resistência, como a Musculação.

Utilizar a bicicleta como meio de transporte alternativo também ajuda na preservação do meio ambiente por não produzir gases poluentes igual o carro. Portanto, trocando o carro pela bicicleta, você estará poluindo menos e contribuindo para a preservação do planeta.

A população de muitas cidades europeias e asiáticas adotou a bicicleta como principal meio de transporte, investindo assim um estilo de vida mais saudável. Porém, para se locomover de bike em cidades grandes são necessários alguns cuidados básicos. Afinal, ela é um meio de transporte como outro qualquer e envolve riscos. Por isso, além de dispor dos equipamentos de segurança, fique atenta aos outros veículos e, sempre que possível, opte por utilizar a ciclovia.[vc_row css=”.vc_custom_1478024067242{margin-right: 5px !important;padding-top: 15px !important;padding-right: 20px !important;padding-bottom: 25px !important;padding-left: 20px !important;background-color: #f1f5f8 !important;border-radius: 4px !important;}”][vc_column width=”1/6″ css=”.vc_custom_1467746880870{margin-right: -30px !important;}”][vc_single_image image=”12514″ img_size=”full” alignment=”center” style=”vc_box_circle_2″ onclick=”custom_link” link=”https://oniquenutrition.com/blog/sobre/”][/vc_column][vc_column width=”5/6″]

Não se esqueça de compartilhar este post!

Artigos Relacionados


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/new65820/public_html/oniquenutrition.com/blog/wp-content/themes/tema-geracao-fit/single.php on line 302

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.