Conheça a planta asiática capaz de prevenir pedra nos rins

Compartilhe esse artigo!
Por  Equipe Onique  |  Publicado em 27 de janeiro de 2017 | Atualizado em 03 de agosto de 2018

Pedra nos rins: saiba qual a planta capaz de prevenir seu aparecimento.

A Garcinia cambogia é uma planta asiática encontrada no Camboja, em florestas no sul do continente africano e na Polinésia.

A pele de seus frutos tem alta concentração do ácido hidroxicítrico (HCA), uma substância que ajuda o metabolismo humano na absorção de gordura.

Por isso, o seu extrato, comercializado em forma de suplementos, faz parte da dieta de quem busca uma boa forma física. Um recente estudo divulgado na revista científica Nature traz nova função para a planta. Além de prevenir a formação de pedras nos rins ela ainda auxiliar no emagrecimento.

Na pesquisa, a substância mostrou um efeito muito semelhante ao citrato de potássio, elemento químico produzido pelo corpo para combater o acúmulo de pedras nos rins e também usado, em forma de medicamento, em pessoas com problemas renais.

Outro aspecto que ajudou na constatação da eficácia do HCA foi o fato de os frutos da Garcinia cambogia serem comestíveis.

Assim, disse o pesquisador, pôde-se fazer teste com humanos mais rapidamente. “Geralmente, leva um longo período de tempo para confirmar a toxicidade do composto”, explicou Rimer. “Disseram-me que o fruto, do sudeste da Ásia, é usado em muitas cozinhas, como na comida indiana.

Garcinia cambogia também recebeu muita atenção como um potencial suplemento dietético.”

Sete pessoas ingeriram o HCA retirado da planta asiática durante três dias. O ácido foi excretado pela urina, uma característica também avaliada como positiva para o uso médico.

Apesar dos resultados iniciais positivos, Cascelli destaca que novas pesquisas precisarão ser feitas até que o extrato da Garcinia cambogia chegue ao uso clínico. “Precisamos sempre alertar a população para que não queriam consumir esse alimento ou seu extrato, já que precisam ser encontradas mais provas que comprovem a sua ação.

Além disso, ele precisa ser usado em forma de remédio e somente para pessoas que mostrarem dificuldades renais”, frisou o cientista. Uma das próximas etapas do estudo é analisar possíveis efeitos causados pelo consumo do extrato a longo prazo.[vc_row css=”.vc_custom_1478024067242{margin-right: 5px !important;padding-top: 15px !important;padding-right: 20px !important;padding-bottom: 25px !important;padding-left: 20px !important;background-color: #f1f5f8 !important;border-radius: 4px !important;}”][vc_column width=”1/6″ css=”.vc_custom_1467746880870{margin-right: -30px !important;}”][vc_single_image image=”12514″ img_size=”full” alignment=”center” style=”vc_box_circle_2″ onclick=”custom_link” link=”https://oniquenutrition.com/blog/sobre/”][/vc_column][vc_column width=”5/6″]

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.