Aviso: produtos glúten free podem ter mais acúcar e gordura do que produtos com glúten

Compartilhe esse artigo!
Por  Equipe Onique  |  Publicado em 14 de agosto de 2018 | Atualizado em 03 de agosto de 2018

Produtos glúten free: para especialistas, os produtos sem a proteína devem ser consumidos apenas por pessoas que têm intolerância a ela.

Se você acha que alimentos sem glúten são mais saudáveis, há uma grande chance de você estar enganado. Alimentos industrializados rotulados como ‘sem glúten’ têm mais gordura saturada, açúcar e sal do que os produtos que contêm glúten, além de ter um baixo teor de fibra e proteína.

Uma pesquisa feita pela Universidade de Hertfordshire analisou a informação nutricional e os custos de mais de 1.700 produtos alimentares através da coleta de dados de sites de fabricantes e supermercados do Reino Unido.

Além de concluírem que esses produtos não são mais saudáveis do que aqueles que contêm glúten, os pesquisadores descobriram que alimentos glúten-free custam cerca de 159% mais do que os regulares.

A revista francesa “60 Milhões de Consumidores“ lançou recentemente um alerta sobre os produtos que não contêm glúten. Ao contrário do que as pessoas imaginam, a maioria dos alimentos industrializados sem glúten contém mais gordura, açúcar, sal, aditivos químicos e são mais calóricos do que os produtos convencionais.

A moda do “glúten free” conquistou os consumidores em todo mundo. Porém, a mesma só é aconselhada para indivíduos intolerantes à proteína encontrada no trigo, centeio, cevada e aveia. O problema, no entanto, surge quando pessoas que não apresentam intolerância à proteína, passam a adotar a alimentação sem glúten acreditando em suas virtudes dietéticas.

Na tentativa de se assemelhar aos produtos convencionais, boa parte dos industrializados “glúten free” são extremamente transformados. No lugar da farinha de trigo, os fabricantes utilizam frequentemente a farinha de arroz, associada à fécula e amidos. Mas, para substituir o glúten, que dá elasticidade à massa e textura aos produtos, eles incorporam aditivos para dar volume e macieza, os quais poderíamos evitar.

A equipe da revista “60 Milhões de Consumidores” analisou a composição de vários produtos sem glúten na França, comparando-os às suas versões convencionais. Um dos casos mais alarmantes é os dos biscoitos sem glúten da francesa Gerblé, que contêm oito aditivos químicos a mais que os cookies convencionais da mesma marca.

Já o pão sem glúten da Mon Fournil conta com três aditivos prejudiciais à saúde e se torna 40% mais calórico que o pão “normal”, devido à maior quantidade de açúcar e sal, utilizados para acentuar o gosto.

Dieta com produtos glúten free não é aconselhada a todos

Tirar completamente ou parcialmente o glúten da alimentação não é uma boa ideia. Uma dieta sem essa proteína deve ser feita apenas apenas em caso de doença celíaca ou a quem desenvolveu alergia ou sensibilidade ao glúten. Apenas 1% das pessoas precisam realmente de uma dieta completamente sem glúten, que é difícil de ser cumprida e extremamente cara.

Eliminar o glúten da alimentação não é necessariamente prejudicial à saúde, mas foi uma ideia imposta pela indústria agro-alimentar, que encontrou um nicho de mercado importante ao começar a produzir industrializados sem glúten.

O grande problema é que nos últimos anos, as empresas começaram a alterar a composição dos produtos para melhorá-los, já que o glúten dá textura e elasticidade aos alimentos.

Em um estudo feito pela Sociedade de Gastroenterologia, Hepatologia e Nutrição Pediátrica, em Praga em 2017, foi apresentado o resultado de uma pesquisa que comparou 1.300 produtos sem essa proteína e seus equivalentes convencionais. A conclusão geral é que os produtos com glúten têm realmente mais gordura saturada, açúcar e baixo teor proteico.

Como evitar o glúten e o “glúten free”

Tanto para os celíacos quanto para aqueles que querem evitar ingerir essa substância e ter uma alimentação mais saudável, a dica da nutricionista é, primeiramente, ler os rótulos dos produtos para saber o que se está consumindo.

Não é segredo para ninguém: preparar suas refeições utilizando ingredientes naturais. Adaptar e equilibrar a alimentação é muito mais eficaz do que qualquer dieta de “modinha”.[vc_row css=”.vc_custom_1478024067242{margin-right: 5px !important;padding-top: 15px !important;padding-right: 20px !important;padding-bottom: 25px !important;padding-left: 20px !important;background-color: #f1f5f8 !important;border-radius: 4px !important;}”][vc_column width=”1/6″ css=”.vc_custom_1467746880870{margin-right: -30px !important;}”][vc_single_image image=”12514″ img_size=”full” alignment=”center” style=”vc_box_circle_2″ onclick=”custom_link” link=”https://oniquenutrition.com/blog/sobre/”][/vc_column][vc_column width=”5/6″]

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.